Iorana Korua/Koho-Mai/Bem-Vindo/Yaa'hata'/Che-Hun-Ta-Mo/Kedu/Imaynalla Kasanki Llaktamasi/Tsilugi/Mba'éichapa/Bienvenido/Benvenuto/Yá´at´ééh/Liaali/Bienvenue/Welcome/Kamisaraki Jillatanaka Kullanaka/Mari Mari Kom Pu Che/Etorri/Dzieñ Dobry/Bienplegau/Καλώς Ήρθατε/ Kamisaraki Jillatanaka Kullanaka/Sensak Pichau!!

Meu compromisso é com a Memória do "Invisível".

Pelo direito a autodeterminação dos povos e apoiando a descolonização do saber.

Ano 5523 de Abya Yala

523 anos de Resistência Indígena Continental.

JALLALLA PACHAMAMA, SUMAQ MAMA!

Témet timuyayaualúuat sansé uan ni taltikpak
Nós mesmos giramos unidos ao Universo.
Memória, Resistência e Consciência.

7.5.11

Simbologia do Veado.

Os povos nativos americanos sempre observavam os veados para saber quais as melhores ervas já que esses animais são muito seletivos na sua alimentação. Essas ervas frequentemente eram  altamente benéficas para serem usadas como medicamentos.

O simbolismo ligado ao veado sempre foi muito importante para esses povos que acreditavam que esses animais representavam: amor, graça, paz, beleza, fertilidade, humildade, rapidez, renascimento, criatividade, abundância, benevolência e vigilância.
Assim como os veados eram admirados por possuir o estranho senso de identificar quais as áreas que possuíam as melhores ervas, também acreditavam que eram guias no conhecimento interior. Para eles, o veado (particularmente a corça) tem a capacidade de generosidade infinita aonde o  coração vibra em  um ritmo suave da bondade.
Quem honrasse o veado com a sua atenção seria levado a direção leste do amanhecer que representa uma energia muito sensível e a possibilidade de caminhar na pureza de propósitos, assim como na luz.
O veado é considerado um animal guia para os Cherokee e outros povos do norte que acreditam que até encontrar as marcas de um veado conduz a uma vida plena.

E-Mail

Postagens populares

Se você é capaz de tremer de indignação a cada vez que se comete uma injustiça no mundo, então somos companheiros."